Revisão de Candy Cane Lane – mas por que?

Em Candy Cane Lane, Eddie Murphy lidera um elenco encantador em uma comédia de Natal sobre a busca de um homem para vencer o concurso de casa mais bem decorada. A animada comédia de Natal, escrita por Kelly Younger e dirigida por Reginald Hudlin, apresenta aos espectadores Chris Carver, interpretado por Murphy, que, sem saber, faz um acordo com o carismático e malévolo elfo Pepper (Jillian Bell). A história se desenrola tendo como pano de fundo um concurso anual de decoração de Natal de um bairro local, onde a família Carver se envolve em uma desventura mágica que desafia sua compreensão do verdadeiro significado do Natal.

Os 20 minutos iniciais de Candy Cane Lane estabelecem firmemente seu tom extravagante, mergulhando os espectadores nas extravagantes exibições de Natal em Candy Cane Lane. Isso prepara o terreno para uma história que equilibra perfeitamente a admiração infantil com uma reflexão crítica sobre os aspectos menos saborosos da temporada. A atenção aos detalhes nos cenários é digna de nota, com cada casa em Candy Cane Lane apresentando um tema único e hilariante. Mesmo quando Chris, que recentemente perdeu seu emprego como vendedor corporativo, entra na loja de Pepper, é fácil ver como alguém pode se perder na magia das decorações de Natal.

Em sua essência, Candy Cane Lane examina a luta entre preservar a tradição e sucumbir ao fascínio do consumismo durante a temporada de férias. Apesar de não ter vencido o conteúdo de decoração para casa nos últimos quatro anos, Chris se dedica à decoração artesanal. Porém, depois de perder o emprego, Chris sente o fascínio de apenas comprar suas decorações como o resto das casas da rua. Além disso, dois de seus filhos estão prestes a ir para a faculdade, o que torna o desejo de Chris de tornar este Natal perfeito ainda mais desesperador. A jornada de Chris Carver torna-se uma metáfora para enfrentar os desafios económicos que ameaçam o verdadeiro espírito do Natal, com Pepper a aproveitar esta luta.

Jillian Bell brilha como Pepper, infundindo na personagem uma energia excêntrica e tortuosa. Ex-elfa na oficina do Papai Noel, Pepper está determinada a aplicar seu próprio tipo de punição para aqueles que ela considera travessos. Em vez de pegar carvão do Papai Noel ou receber a visita de Krampus, as travessas listers de Pepper são transformadas em bonequinhas de porcelana que ficam em sua própria oficina. Quando ela percebe que Chris perdeu o verdadeiro significado do Natal, ela fica mais do que feliz em prendê-lo a um contrato que ameaça arrancar sua família, a menos que ele consiga completar a tarefa definida em seu enigma. Chris é forçado a enfrentar os 12 dias de Natal que ganham vida antes que o relógio chegue à meia-noite. Infelizmente para ele, não é apenas com o seu próprio futuro que ele deve se preocupar, mas também com o de seus familiares.

Felizmente, Chris não está sozinho. Na verdade, um dos pontos fortes de Candy Cane Lanes reside em seu esforço intencional para envolver toda a família Carver nas travessuras mágicas. Ele é acompanhado por sua esposa Carol Carver (Tracee Ellis Ross) e seus filhos Joy Carver (Genneya Walton), Nick Carver (Thaddeus J. Mixson), Holly Carver (Madison Thomas), todos com nomes baseados na temporada. Embora Murphy pudesse facilmente ter realizado o filme sozinho, a inclusão de sua família enfatiza a importância do filme em superar dificuldades juntos durante a temporada de férias. No final, cada membro da família contribui com habilidades únicas para combater a maldição de Pepper, reforçando o verdadeiro significado do Natal no filme.

As travessuras dos personagens dos 12 dias de Natal pareciam um pouco excessivas além dos limites da casa da família, estendendo-se a vários momentos na comunidade em geral. Enquanto a família luta para se convencer de que essas ocorrências mágicas são genuínas e não meras ilusões, surgem problemas quando eles confrontam a magia em meio às atividades comuns do público em geral. Embora algumas cenas fizessem sentido, havia outras em que a presença desses personagens parecia deslocada, ocasionalmente prejudicando a atmosfera mágica do filme. Eu adoro a diversão do Natal, mas ter um senhor saltitante no meio de um evento esportivo do ensino médio e ninguém piscar é um pouco chocante, com cenas semelhantes acontecendo com vários membros da família.

Dito isso, à medida que Candy Cane Lane avança, fica claro que o humor está na vanguarda, mesmo que nem sempre acerte. O humor do filme atende a um público amplo, incorporando piadas que vão desde o caos das compras de fim de ano até insinuações inteligentes e referências da cultura pop moderna. Um dos maiores veículos de comédia do filme vêm das bonecas de porcelana que já foram atingidas pela maldição de Pepper. As performances de Chris Redd, Nick Offerman e Robin Thede aumentam a intriga por trás da maldição de Pepper, mas também fornecem uma camada extra de humor enquanto eles interpretam a si mesmos e à família Carver em alguns dos momentos mais engraçados do filme.

Mesmo com todo o humor, não posso deixar de sentir que ainda havia mais que poderia ter sido feito. A interpretação de Pepper por Bell cria um vilão convincente contra o qual o público pode facilmente se unir. No entanto, Candy Cane Lane não oferece tempo de tela suficiente para Bell interagir com a família Carver. O personagem de Pepper continua sendo mais uma presença iminente a ser evitada do que um antagonista a ser combatido ativamente. Esta oportunidade perdida limita o potencial de humor e trocas dinâmicas que Bell poderia ter trazido para a mesa com seu timing e entrega.

Isto é particularmente sentido no terceiro ato, que introduz uma reviravolta apressada que muda o foco de vencer a maldição para uma corrida frenética contra o relógio, acompanhada por uma onda de eventos caóticos. Esse afastamento dos momentos íntimos dos personagens estabelecidos anteriormente em meio ao caos, especialmente no que diz respeito aos momentos significativos das crianças, parece uma overdose de travessuras no final do filme. À medida que Candy Cane Lane atinge o seu auge nos esperados momentos de bem-estar do Natal, uma ligeira falta de equilíbrio mina a profundidade potencial da narrativa, diminuindo a ligação entre a família Carver e a resolução da sua situação.

Em última análise, Murphy oferece um relógio festivo adequado para toda a família. Embora Candy Cane Lane possa não garantir seu lugar entre os filmes de Natal mais memoráveis ​​já feitos, ele inegavelmente captura a essência que torna os filmes sazonais tão amados. O filme apresenta uma perspectiva nova e bem-humorada sobre a descoberta do verdadeiro significado do Natal, apresentando uma mistura de referências modernas, humor adulto e capricho infantil que atende a um público amplo. Apesar de um terceiro ato um pouco apressado, o filme transmite com sucesso uma mensagem comovente sobre a importância da unidade familiar em tempos difíceis, mesmo no meio daquela que deveria ser a estação mais alegre do ano.

Não se esqueça de ficar depois dos créditos dos erros de gravação e das cenas que mostram a natureza divertida do filme, proporcionando uma dose extra de diversão para encerrar a experiência festiva.

Candy Cane Lane estreia exclusivamente no Amazon Prime Video em 1º de dezembro de 2023.

Pista de bastão de doces

8/10

DR

Embora Candy Cane Lane possa não garantir seu lugar entre os filmes de Natal mais memoráveis ​​já feitos, ele inegavelmente captura a essência que torna os filmes sazonais tão amados.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.